Protocolos para o Monitoramento de Habitats Bentônicos Costeiros - Rede de Monitoramento de Habitats Bentônicos Costeiros - ReBentos. Organizadores: Alexander Turra e Márcia Regina Denadai. Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, 2015.  258p.: il. ISBN (e-book): 978-85-98729-25-1. http://www.producao.usp.br/handle/BDPI/48874

O E-Book é fruto do trabalho da Rede de Monitoramento de Habitats Bentônicos Costeiros (ReBentos), vinculada à Sub-Rede Zonas Costeiras da Rede CLIMA e ao INCT- Mudanças Climáticas.

Com a participação de cerca de 115 autores pesquisadores brasileiros, o livro apresenta propostas metodológicas para o monitoramento contínuo e de longo prazo em ecossistemas bentônicos existentes na costa brasileira. 

Com objetivos e metas de curto, médio e longo prazo, a proposta metodológica  deveria atender e alcançar o maior número de grupos de pesquisa, cobrindo de forma mais completa possível toda a variação latitudinal da costa. Portanto, os métodos apresentados foram definidos baseados em presteza, simplicidade de procedimentos e baixo custo, favorecendo sua ampla aplicação.

A ReBentos foi "semeada" durante o primeiro Workshop Brasileiro de Mudanças Climáticas em Zonas Costeiras (FURG, Rio Grande, setembro de 2009), através de discussões por um pequeno grupo de pesquisadores preocupados com o monitoramento e pesquisa de longo prazo.

Contemplada inicialmente com o Edital SISBIOTA de 2010 (CNPq e FAPESP), a elaboração de protocolos amostrais de longo prazo foi, desde o início, uma das prioridades da ReBentos.

Discutido e elaborado ao longo  dos últimos 4 anos, o processo foi construído a partir de 3 Workshops da ReBentos, 7 reuniões dos GT's, saídas de campo para padronizações, e muito dever de casa. Portanto, os protocolos apresentados neste volume já foram testados e vêm sendo utilizados pelos GT's Estuários, Fundos Vegetados Submersos, Manguezais e Marismas,  Praias Arenosas, Costões Rochosos, Banco de Rodolitos  e Recifes Coralinos.

A partir dos protocolos publicados no E-Book, pesquisadores, gestores e ONG's  (vinculados ou não à ReBentos) poderão monitorar e pesquisar os diversos ecossistemas bentônicos distribuídos ao longo de toda a costa brasileira, de forma padronizada e comparativa.

Com 20 capítulos e 258 páginas, e prefácio do atual do Dr. Paulo Nobre (INPE), o livro possui ainda quase uma centena de ilustrações, além de modelos de planilhas e fichas de informações de campo.


Ressalto a participação de dois professores do IO-FURG-PELD, que  colaboraram significativamente na ReBentos e para a obra:

Margareth Copertino, Coordenadora do GT Fundos Vegetados Submersos e autora do Cap. 2 (Monitoramento dos Fundos Vegetados Submersos) e Leonir André Colling, co-autor dos Cap. 11 e 14 (Monitoramento dos Ecossistemas Bentônicos Estuarinos; Monitoramento de Longo Prazo da Macrofauna de Praias Arenosas).

O Cap. 2 possui ainda a colaboração das oceanólogas da FURG MSc Marianna Lanari (doutoranda do PPGOB) e MSc Priscilla Arévalo, que foram bolsistas técnicas da ReBentos (DTI, CNPq) e colaboradoras ativas nas revisões, Workshops e monitoramentos de campo.

Esperamos que o volume seja uma referência nacional e estímulo para o estudo de habitats bentônicos dentro do contexto das mudanças ambientais locais e globais.

O e-book, de livre acesso, poderá ser acessado no site da ReBentos: http://www.rebentos.org/