As investigações referentes ao macrozoobentos foram iniciadas pelo Laboratório de Ecologia de Invertebrados Bentônicos no ano de 1978. Os ambientes investigados são os ambientes estuarinos da Lagoa dos Patos, praia arenosa adjacente e regiões de plataforma continental e talude no Sul do Brasil. As atividades de pesquisa envolvem alunos dos cursos de graduação em Oceanologia e Biologia, Pós-graduação em Oceanografia Biológica (níveis Mestrado e Doutorado) e Especialização em Ecologia Aquática Costeira, principalmente através das atividades de orientação em trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses.

Neste contexto, as linhas de pesquisa desenvolvidas pelo laboratório são:

1) Variabilidade espaço-temporal do macrozoobentos em regiões rasas estuarinas em escalas de curto, médio e longo prazo;

2) Avaliações da dinâmica de populações e comunidades macrofaunais associadas a fundos vegetados de habitats rasos estuarinos;

4) Variabilidade espaço-temporal do macrozoobentos do infralitoral estuarino;

3) Influência dos parâmetros da coluna d’água e do substrato sobre os macroinvertebrados bentônicos estuarinos;

4) Ecologia de invertebrados de praias arenosas.

 

 

Infraestrutura do laboratório